Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beneficios.pt

Blog sobre bons hábitos alimentares e benefícios dos alimentos. Aprenda a cuidar da sua saúde.

Beneficios.pt

Ter | 05.09.17

Benefícios da Alfarroba

alfarroba.jpeg

 

A alfarroba é um arbusto castanho escuro que pertence à família de ervilha e é nativo dos países do Mediterrâneo. Os seus benefícios têm sido conhecidos e utilizado há mais de 4000 anos. As cascas de alfarroba e as suas frutas secas, também conhecido como sementes de alfarroba, são consumidos em muitos produtos diferentes; mais comumente para substituir o chocolate.

 

Este superalimento é geralmente transformado em farinha, o que pode ser um substituto ideal para o cacau, perfeito para ser utilizado em snacks, cereais e bebidas. Ele também pode ser transformado em xarope e utilizado noutros alimentos cozidos.

 

As vantagens de substituir o chocolate pela alfarroba são imensas:

 

• Contém menos calorias e menos gordura, proporcionando proteínas e fibras que não encontra no chocolate.
• É rica em antioxidantes e nutrientes, evitando os danos dos radicais livres e ajudando a prevenir certos tipos de cancro (cancro cervical especificamente).
• Pode evitar excessos por saciar a hormona que informa o organismo de que está com fome.
• Acredita-se que ajuda a reduzir os níveis de colesterol mau; tem fibra dietética que pode melhorar os níveis de colesterol bom e de lipoproteínas de alta densidade.
• É naturalmente rica em cálcio, essencial para ossos e dentes saudáveis.

 

Fonte do artigo

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios da Granola

granola.jpg

 

A granola é uma mistura de cereais com frutos secos, tipicamente consumida misturada com iogurte ou leite.

 

Os benefícios da granola incidem principalmente no favorecimento do trânsito intestinal, combatendo a prisão de ventre. Isto porque é um alimento rico em fibra, composto basicamente por aveia. Devido ao elevado teor de antioxidantes, a granola possui também outros benefícios para a saúde, tais como:

  • Promove o rejuvenescimento da pele;

  • Diminuir o risco de desenvolvimento de câncro;

  • Previne doenças cardiovasculares.

Além disso, a granola é um aliado na perda de peso, pois as fibras presentes nos cereais integrais da granola ajudam a manter a sensação de saciedade por retardarem o processo de digestão. Embora alguns ingredientes da granola possam ser mais calóricos, como as castanhas, a energia vem acompanhada de inúmeros benefícios para o organismo. Esta é a razão pela qual pessoas em dietas de redução de peso continuam a consumir granola. É importante deixar claro que este benefício não existe em cereais repletos de açúcares e gorduras prejudiciais.

 

Para ter todos esses benefícios da granola basta comer uma porção de 30 g todos os dias, por exemplo ao pequeno almoço. 

 

Fonte do artigo

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios do Bulgur

bulgur.jpg

 

Sabia que...

 

O bulgur é obtido a partir dos grãos de trigo? Quando começam a germinar, estes grãos são pré-cozidos, secos e partidos, para posterior uso na alimentação humana.
O bulgur é feito cozinhando grãos inteiros em água, secando-os para que o interior fique vítreo e duro. Depois estes grãos são humedecidos de modo a fortalecer a camada exterior de farelo de trigo para, posteriormente, bater ou moer e, por fim, remover o farelo de trigo e o gérmen e deixar o endosperma em pedaços grossos.

Esta preparação antiga de trigo, continua a ser bastante consumida na África do Norte e no Médio Oriente.

 

 

Os principais benefícios do bulgur associados aos seus nutrientes são a presença de:

 

  • Fósforo que contribui para a manutenção de ossos e dentes normais;
  • Magnésio e potássio que contribuem para o normal funcionamento muscular;
  • Niacina e tiamina que contribuem para o normal metabolismo produtor de energia;
  • Ferro e zinco que contribuem para o normal funcionamento do sistema imunitário.

Sugestão de utilização
Cozinhe o bulgur no dobro da água. Acrescente o bulgur após a água estar a ferver e deixe cozer durante cerca de 10 a 15 minutos, tapado. Após cozer, deixe repousar 10 minutos antes de o consumir.

O bulgur apresenta-se como mais uma opção para variar o tipo de cereais que consome no seu dia alimentar.

 

Fonte do artigo

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios das Sultanas

sultanas.jpg

As passa de uvas à primeira vista,podem ser desagradável  por causa de sua aparência escura, enrugado seco. No entanto, o seu aspecto de lado,  são realmente consideradas uma alternativa saudável da natureza para doces. Inicialmente, passas – como ameixas – mostrou-se ser muito eficaz no tratamento de problemas gastro-intestinais, especificamente constipação. Pesquisa revelou que certas substâncias na passa de uva tem efeitos benéficos em praticamente todos os sistemas do corpo. Na verdade, passas têm vindo a ser conhecido como um lanche saudável. Então, da próxima vez que  quiser  comer doces ou chocolates, tente comer passas e levar em consideração os seguintes benefícios para a saúde .

 

1. Fonte de energia

Se  é um atleta ou um fisiculturista que precisa de uma boa fonte de energia, As  passas de uvas são óptimas , porque elas são carregadas com açúcares, especificamente frutose e glicose. Comer passas também promove a absorção eficiente de vitaminas, proteínas e outros nutrientes em seu corpo. Portanto, elas também ajudam na construção de seu sistema imunológico.

 

2. Benefício na Digestão

Após a ingestão, Elas absorvem a água, promovendo assim um efeito laxante e, assim, aliviar a constipação. A ingestão regular de passas de uva, ajuda a manter o movimento intestinal regular, com as fibras varrendo as toxinas e resíduos do trato gastro-intestinal.

 

3. Melhora a saúde bucal

Ao contrário de doces, a passa de uva contêm ácido oleanólico, que fornece protecção contra a cárie dentária, e impede o crescimento de bactérias nocivas que podem causar gengivite e outras doenças periodontais.

 

4. Melhora a saúde óssea

Passas de uvas  são uma excelente fonte de Cálcio, que é necessário para fortalecer ossos e dentes. Um micronutriente que é abundante em passas – boro – auxilia na absorção de cálcio e formação óssea. Se  é uma mulher que está na pós-menopausa, passas são um bom lanche , porque o cálcio e boro presente nelas, ajudam a prevenir o desenvolvimento da osteoporose.

 

5. diminuição da acidez no Corpo

Os teores de Potássio e de Magnésio da Uva passa,ajuda a reduzir a acidez (uma condição metabólica anormal conhecida como acidose) e remover as toxinas do corpo, que pode causar doenças como artrite, gota, pedras nos rins e doenças cardíacas.

 

6. Trata infecções

As passas contêm substâncias chamadas fitonutrientes polifenólicos que têm propriedades anti-inflamatórias e anti-bacterianos. Estes polifenóis foram comprovados que Ajuda com febres baixas, matando as bactérias que causam infecções existentes.

 

7. Protege os olhos

Os fitonutrientes polifenólicos nas passas também possuem propriedades antioxidantes que protegem os Olhos contra os radicais livres nocivos que podem causar o desenvolvimento de Catarata, Degeneração Macular, cegueira e outros distúrbios visuais.

 

8. Trata Anemia

Passas são ricos em Ferro e Cobre, que são necessários para a formação de células vermelhas no sangue.Passas também ajuda a corrigir a anemia por deficiência de ferro e promover a coagulação do sangue durante a cicatrização de feridas.

 

9. Prevenção do Cancro

O antioxidante de polifenóis nas passas de uvas, conhecido como catequina, oferece protecção contra os radicais livres, o que provoca o desenvolvimento de tumores, especialmente o cancro do cólon .

 

10. Estimula Sexualidade

Pode encontrar estímulo natural através do consumo regular de  passas de uva. Um aminoácido chamado arginina nas passas, ajuda a despertar o libido.

 

Cuidado, as passa de uvas tem 300 calorias por 100 gramas . Deve comer uma dúzia de passas de uva por dia, não mais.

 

Fonte do artigo

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios da Laranja

laranja.jpg

 

A Laranja é uma fruta cítrica popular pelo seu sabor doce e picante. Elas pertencem à família Rutaceae e são cultivadas e consumidas no mundo inteiro. As Laranjas são geralmente consumidas frescas. Estas também são usadas ​​frequentemente em diversos sumos, saladas, doces, marmeladas, gelados, bolos e tortas usando a laranja pelo seu aroma e sabor.

 

Valor Nutricional da Laranja: A Laranja é rica em açúcar e carbohidratos. Elas fornecem energia e contém cerca de 50 calorias por 100 gramas de consumo. A Laranja é conhecida por ser rica em fibras e vitamina C. Além da Vitamina C, a Laranja contém Vitamina A, Vitamina B e Vitamina E e minerais, como o Ferro, Zinco, Potássio, Cálcio, Magnésio e Manganês.

 

Benefício da Laranja para coração: As Laranjas contêm folatos antioxidantes, conhecidos por reduzir o colesterol e prevenir doenças cardíacas e derrames. Produção de Apo B é significativamente reduzida no corpo, devido ao consumo da laranja. A apo B é conhecida por desempenhar um papel vital na produção de colesterol LDL, além disso a Laranja contém limonina que limita o desenvolvimento de Apo B, a Laranja contém um outro composto conhecido como pectina. A pectina é conhecida para absorver todas as gorduras que contêm níveis elevados de colesterol, é também é uma fonte de Potássio. Uma quantidade inadequada deste mineral pode causar doenças cardíacas como a arritmia.

 

Laranja aumenta a imunidade: A Laranja é uma das principais fontes de vitamina C. A Vitamina C é um antioxidante natural, que protege contra danos por radicais livres e auxilia na reconstrução de colagénio na pele. Os Flavonoides como hesperetina, naringina e naringenina estão presentes na Laranja, estes são conhecidos por aumentar a imunidade e ainda tem propriedades anti-inflamatórias. A Laranja é rica em Vitaminas do Complexo-B como tiamina, piridoxina e folatos. A vitamina B é conhecida em aliviar o stress, ansiedade e depressão. A queima de gorduras é acionado por ela ajudando também a reparar danos ao DNA.

 

Laranja melhora a digestão: As Laranjas são ricas em fibras que ajudam ao movimento adequado do trânsito intestinal. As fibras  juntamente com a vitamina C ajudam na produção e libertação de sucos digestivos, com isso irá ajudar na promoção da digestão pela desintegração adequada de partículas dos alimentos. A azia e inchaço podem ser reduzidos pelo seu consumo.

 

Benefício da Laranja na prevenção do Cancro: a Laranja contém D-limoneno, que é conhecido por reduzir o metabolismo das células cancerígenas no corpo. Este é auxiliar levando à estimulação do sistema inibindo o aparecimento de células cancerígenas. São vários os tipos de cancros como o do pulmão, boca, da mama, do cólon e da pele que podem ser evitados pelo consumo da Laranja.

 

Benefício da Laranja para pele: A Laranja é conhecida por ter propriedades adstringentes e tonificantes. Os Antioxidantes e Vitamina C fazem com que a Laranja seja muito benéfica para a saúde da pele. Os Antioxidantes por sua vez, ajudam no combate dos radicais livres que podem causar cancro de pele, rugas, manchas e sinais de envelhecimento precoce.

 

Outros benefícios da laranja para a saúde:

  • As Laranjas são ricas em Vitamina A e betacaroteno, que ajudam na proteção dos olhos. Xeroftalmia (secagem da córnea) pode ser prevenida.
  • A Casca da laranja, é conhecida por ser uma forma natural e saudável de limpar os dentes. Uma pasta à base da casca de Laranja irá polir os dentes.
  • A Laranja pode ser consumida durante a gripe, tosse e frio. Contendo Vitamina C o que proporciona um efeito calmante em condições extremas. Bronquite, asma e outros problemas virais podem ser evitados através da sua ingestão.
  • A Casca da Laranja contém uma enorme quantidade de Cálcio que pode ser consumida para obter ossos mais fortes e prevenir doenças como a osteoporose.
  • A casca pode ser ainda consumida para evitar o mau hálito. O aroma doce fornece uma sensação de frescura na boca.

 

Fonte do artigo

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios da Cebola

cebola.jpg

 

A cebola (Allium cepa) é um dos alimentos com maior poder alcalinizante, estando classificada no nível 8 (em uma escala de 0 a 8) – na Tabela de pH dos Alimentos.

 

As cebolas são uma ótima fonte de fibra, vitamina C e folato e também contêm quercetina – um poderoso antioxidante flavonóide.

 

7 Benefícios da Cebola para a Saúde

1. Tem propriedades anti-inflamatórias

Apesar da cebola ainda não ter sido tão bem estudada quanto o alho em termos de problemas de saúde inflamatórios específicos como a artrite reumatóide ou a inflamação alérgica das vias respiratórias – este vegetal tem, no entanto, demonstrado alguns benefícios anti-inflamatórios importantes.

Os antioxidantes da cebola – incluindo o seu antioxidante flavonóide mais importante, a quercetina, são os principais responsáveis por suas propriedades anti-inflamatórias. Estes antioxidantes ajudam a prevenir a oxidação dos ácidos graxos no nosso corpo. Quando temos baixos níveis de ácidos graxos oxidados, o nosso corpo produz menos moléculas mensageiras pró-inflamatórias, e o nosso nível de inflamação é mantido sob controle.

 

2. É benéfica para os ossos e tecidos conjuntivos

Estudos em humanos demonstraram que a cebola pode ajudar a aumentar a densidade óssea, podendo ser especialmente benéfica para as mulheres em idade de menopausa que estão sofrendo com a perda de densidade óssea. Além disso, existem evidências de que as mulheres que já passaram da idade da menopausa podem reduzir o risco de fratura de quadril através do consumo frequente de cebolas. “Frequente” neste contexto significa consumir cebola em uma base diária! Nesta pesquisa sobre a densidade óssea em mulheres mais velhas, comer cebola de forma muito esporádica (ou seja, uma vez por mês ou menos) não fornece grandes benefícios. Esta conclusão, era claramente expectável. Mas menos expectável foi a constatação de que o consumo diário de cebola traz benefícios robustos para a densidade óssea.

 

Para além disso, o alto teor de enxofre da cebola pode proporcionar benefícios diretos para o nosso tecido conjuntivo. Muitos dos componentes do tecido conjuntivo requerem enxofre para a sua formação. Por exemplo, com exceção do ácido hialurónico, os glicosaminoglicanos (GAGs) são sulfatados – (GAGs são a principal família de moléculas que constituem o nosso tecido conjuntivo).

 

3. Ajuda na promoção da saúde cardíaca

Os alil sulfitos existentes nas cebolas diminuem a tendência para a formação de coágulos de sangue, baixando significativamente os níveis de colesterol LDL. Um estudo realizado com mulheres do Japão revelou que aquelas que ingeriram mais cebolas apresentaram níveis de colesterol LDL mais baixos.

 

Cientistas da Universidade de Wisconsin (Estados Unidos) descobriram que as cebolas com sabor e odor mais fortes diminuíam a aderência das plaquetas, reduzindo assim o risco de aterosclerose, ataques cardíacos e AVC.

 

4. Melhora a aparência da pele e do cabelo

A ingestão adequada de vitamina C é necessária para a construção e manutenção de colágeno, que fornece a estrutura para a pele e cabelo.

 

5. Ajuda no sono e no bom humor

O folato, encontrado na cebola, pode ajudar na depressão, evitando que um excesso de homocisteína se forme do corpo, o que impediria o sangue e outros nutrientes de chegar ao cérebro. O excesso de homocisteína interfere com a produção de hormônios do bem-estar: serotonina, dopamina e norepinefrina, que regulam não só o humor, mas também o sono e o apetite.

 

6. Ajuda a prevenir o cancro da próstata

Um investigador norte-americano descobriu que os maiores fatores de redução do risco de cancro da próstata eram as cebolas, os cereais e grãos, feijões, frutas e legumes.

 

7. Ajuda a prevenir o cancro de pulmão

Tal como eu referi no início deste artigo, as cebolas são ricas no fitoquímico quercetina, o qual demonstrou ter efeitos benéficos contra o cancro do pulmão. Um estudo de caso controlado que envolveu 582 pessoas revelou que os participantes que aumentaram o consumo de cebolas viram o seu risco de contrair câncer diminuído. Em um estudo final, homens que comeram alimentos ricos em quercetina tiveram uma redução de 60% de incidência de cancro do pulmão.

 

Fonte do artigo

 

 

loading...
Ter | 05.09.17

Benefícios das Tamaras

tamaras.jpg

A tâmara provém da palmeira tamareira que, em grego, tem a designação de Phoenix e, em árabe, a palavra tâmara significa dedo de luz (douglat nour), devido à forma e à t

ansparência luminosa dos seus frutos.

 

Benefícios nutricionais

 

A tâmara é muito nutritiva pois contém proteínas, açúcar, sais minerais e vitaminas, sobretudo a vitamina C que, neste fruto, existe entre 8 a 17 vezes mais do que na laranja. As tâmaras são também ricas em vitamina B5 (ácido pantoténico), conhecida pelos seus efeitos tranquilizantes.

 

Uma caraterística marcante na sua composição é o facto de, para além de muito doce, ser extremamente rica em fibras e uma excelente fonte de cálcio. Ricas em ferro, são aconselhadas para quem padece de alterações hepáticas e anemias. Também são muito abastadas em potássio, o que ajuda a manter os níveis de pressão sanguínea normais e a diminuir a perda óssea.

 

A tâmara é composta por 72% de hidratos de carbono simples e complexos. Isso faz dela um dos alimentos mais energéticos que se conhecem (274Kcal por 100gr de tâmara seca). Deste modo, são ideais para quem precisa de muita energia, como as crianças, os desportistas e os idosos.

 

As tâmaras e o trabalho de parto

Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynecology em 2011 e intitulado "O efeito do consumo das tâmaras no final da gravidez[1]", apresentou a investigação do efeito do consumo das tâmaras nos parâmetros do trabalho de parto e nos seus resultados.

 

Ao longo de 11 meses na Jordan University of Science and Technology, dois grupos de mulheres foram incluídas num estudo prospetivo onde 69 mulheres consumiram seis tâmaras por dia durante 4 semanas antes da data prevista para o parto, contra 45 mulheres que não consumiram nenhuma. Estas mulheres tinham parâmetros semelhantes, por isso não houve diferença significativa na idade gestacional, idade e paridade (o número de vezes que a mulher engravidou) entre os dois grupos.

 

Os resultados do estudo foram os seguintes:

 

• Melhoria da dilatação cervical: "as mulheres que consumiram as tâmaras tinham significativamente maior média de dilatação cervical no momento da admissão, em comparação com as que não consumiram (3,52 cm vs 2,02 cm, p <0)";

 

• Menos danos às membranas: "o grupo de intervenção tinha uma proporção significativamente maior de membranas íntegras (83% vs 60%, p = 0,007)";

 

• Trabalho de parto mais espontâneo: "o trabalho de parto espontâneo ocorreu em 96% das pessoas que consumiram as tâmaras, em comparação com 79% das mulheres que não as consumiram (p = 0,024)";

 

• Menos drogas necessárias: "o uso de prostin/ocitocina foi significativamente menor nas mulheres que comeram tâmaras (28%), em comparação ao outro grupo (47%) (p = 0,036)";

 

• Trabalho de parto mais curto: "a fase latente média da primeira etapa do trabalho de parto, foi menor no grupo que comeu as tâmaras comparado ao outro grupo (510min vs 906min, p = 0,044)".

 

Os pesquisadores concluíram que "o consumo de tâmaras, nas últimas 4 semanas antes do parto, reduziu significativamente a necessidade de indução e aumentou a eficácia do trabalho de parto, produzindo um resultado mais favorável no mesmo".

 

As tâmaras são autênticas fontes de minerais, vitaminas, aminoácidos e ácidos gordos, mas não só, elas também contêm nutrientes de elevado valor biológico. O que quero dizer com isto?

 

Quero dizer que, tanto as tâmaras como os outros alimentos, contêm biomoléculas que em conjunto, modulam a expressão de milhares de genes no nosso corpo, afetando o nosso microbioma. É por isso que a expressão “comida como medicina” é tão verdadeira, pois o alimento é hábil na interferência que tem a nível molecular, de uma maneira que nenhum medicamento é capaz. A forma como os nutrientes corrigem os desequilíbrios orgânicos é simplesmente espantosa e, por muito que a ciência tenha avançado, ainda há imenso para aprender acerca da sinergia de todos os compostos presentes num alimento/planta que, em conjunto nos beneficiam mas que em separado podem causar danos, daí a diferença entre um princípio ativo e o totum vegetal, este último tão utilizado na Naturopatia.

 

 

Fonte do artigo

loading...