Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Beneficios.pt

Blog sobre bons hábitos alimentares e benefícios dos alimentos. Aprenda a cuidar da sua saúde.

Beneficios.pt

Ter | 05.09.17

Benefícios da Cebola

cebola.jpg

 

A cebola (Allium cepa) é um dos alimentos com maior poder alcalinizante, estando classificada no nível 8 (em uma escala de 0 a 8) – na Tabela de pH dos Alimentos.

 

As cebolas são uma ótima fonte de fibra, vitamina C e folato e também contêm quercetina – um poderoso antioxidante flavonóide.

 

7 Benefícios da Cebola para a Saúde

1. Tem propriedades anti-inflamatórias

Apesar da cebola ainda não ter sido tão bem estudada quanto o alho em termos de problemas de saúde inflamatórios específicos como a artrite reumatóide ou a inflamação alérgica das vias respiratórias – este vegetal tem, no entanto, demonstrado alguns benefícios anti-inflamatórios importantes.

Os antioxidantes da cebola – incluindo o seu antioxidante flavonóide mais importante, a quercetina, são os principais responsáveis por suas propriedades anti-inflamatórias. Estes antioxidantes ajudam a prevenir a oxidação dos ácidos graxos no nosso corpo. Quando temos baixos níveis de ácidos graxos oxidados, o nosso corpo produz menos moléculas mensageiras pró-inflamatórias, e o nosso nível de inflamação é mantido sob controle.

 

2. É benéfica para os ossos e tecidos conjuntivos

Estudos em humanos demonstraram que a cebola pode ajudar a aumentar a densidade óssea, podendo ser especialmente benéfica para as mulheres em idade de menopausa que estão sofrendo com a perda de densidade óssea. Além disso, existem evidências de que as mulheres que já passaram da idade da menopausa podem reduzir o risco de fratura de quadril através do consumo frequente de cebolas. “Frequente” neste contexto significa consumir cebola em uma base diária! Nesta pesquisa sobre a densidade óssea em mulheres mais velhas, comer cebola de forma muito esporádica (ou seja, uma vez por mês ou menos) não fornece grandes benefícios. Esta conclusão, era claramente expectável. Mas menos expectável foi a constatação de que o consumo diário de cebola traz benefícios robustos para a densidade óssea.

 

Para além disso, o alto teor de enxofre da cebola pode proporcionar benefícios diretos para o nosso tecido conjuntivo. Muitos dos componentes do tecido conjuntivo requerem enxofre para a sua formação. Por exemplo, com exceção do ácido hialurónico, os glicosaminoglicanos (GAGs) são sulfatados – (GAGs são a principal família de moléculas que constituem o nosso tecido conjuntivo).

 

3. Ajuda na promoção da saúde cardíaca

Os alil sulfitos existentes nas cebolas diminuem a tendência para a formação de coágulos de sangue, baixando significativamente os níveis de colesterol LDL. Um estudo realizado com mulheres do Japão revelou que aquelas que ingeriram mais cebolas apresentaram níveis de colesterol LDL mais baixos.

 

Cientistas da Universidade de Wisconsin (Estados Unidos) descobriram que as cebolas com sabor e odor mais fortes diminuíam a aderência das plaquetas, reduzindo assim o risco de aterosclerose, ataques cardíacos e AVC.

 

4. Melhora a aparência da pele e do cabelo

A ingestão adequada de vitamina C é necessária para a construção e manutenção de colágeno, que fornece a estrutura para a pele e cabelo.

 

5. Ajuda no sono e no bom humor

O folato, encontrado na cebola, pode ajudar na depressão, evitando que um excesso de homocisteína se forme do corpo, o que impediria o sangue e outros nutrientes de chegar ao cérebro. O excesso de homocisteína interfere com a produção de hormônios do bem-estar: serotonina, dopamina e norepinefrina, que regulam não só o humor, mas também o sono e o apetite.

 

6. Ajuda a prevenir o cancro da próstata

Um investigador norte-americano descobriu que os maiores fatores de redução do risco de cancro da próstata eram as cebolas, os cereais e grãos, feijões, frutas e legumes.

 

7. Ajuda a prevenir o cancro de pulmão

Tal como eu referi no início deste artigo, as cebolas são ricas no fitoquímico quercetina, o qual demonstrou ter efeitos benéficos contra o cancro do pulmão. Um estudo de caso controlado que envolveu 582 pessoas revelou que os participantes que aumentaram o consumo de cebolas viram o seu risco de contrair câncer diminuído. Em um estudo final, homens que comeram alimentos ricos em quercetina tiveram uma redução de 60% de incidência de cancro do pulmão.

 

Fonte do artigo

 

 

loading...